Ficha de Projeto

Designação do Projeto | ECOMONTADO XXI - A Agroecologia aplicada ao design do Montado Novo

Código do Projeto | PDR2020-101-031149

Objetivo Geral | O objetivo do projeto ECOMONTADO XXI consiste na recuperação de sistemas de Montado em que o solo está já bastante degradado utilizando a técnica de “Keyline”. As técnicas de restauro dos ecossistemas resultantes dos conceitos da Permacultura e da Agroecologia, como é o caso do desenho em KeyLine (“linha-chave”), surgem como uma solução para o problema generalizado de perda de solo e ineficiente aproveitamento da água verificado nas áreas de montado, enquanto medida de gestão integrada dos recursos existentes nos territórios agro-silvo-pastoris, nomeadamente, do solo e da água.

Região de Intervenção | Portugal

Entidade Beneficiária | Sociedade Agrícola do Freixo do Meio (SAFM)

Parceiros |

  • Associação dos Produtores Florestais do Concelho de Coruche e Limítrofes (APFC)
  • Universidade de Évora – Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais Mediterrânicas (ICAAM)
  • Herdade Machoqueira do Grou CRL

Data de Aprovação | 2018/05/30

Data de Início | 2017/01/01

Data de Conclusão | 2021/12/31

Custo Total Elegível | 338 482,57 €

Apoio Financeiro da União Europeia | 228 475,80 €

Apoio Financeiro Público Nacional | 25 386,18 €

Resultados Esperados:

Pretende-se com esta iniciativa integrar nas paisagens degradadas novas técnicas que visem o seu restauro natural, estudando o desenho das linhas naturais de escorrimento e de acumulação da água, assim como as curvas de nível do terreno, com vista à determinação do ponto-chave (Keypoint), ou seja, o ponto de inflexão entre a forma convexa e a forma côncava do terreno, a partir do qual se desenvolverão as linhas-chave (Keyines), permitindo assim o desenho e a construção de linhas artificiais de encaminhamento da água (como represas, canais de desvio e de irrigação). Com o desenho de Keyine o resultado é um maior aproveitamento da água - a mesma água que antes era desperdiçada por escorrimento e evaporação. Conjugando a esta técnica a instalação de plantas arbustivas e de árvores, fomentando-se o desenvolvimento das suas raízes, promove-se o desenvolvimento e a melhoria da estrutura e da fertilidade do solo, criando mais solo, estimulando o sequestro de CO2, enriquecendo a paisagem e incrementado a rentabilidade da atividade agro-silvo-pastoril dos territórios.

Os principais objetivos a atingir com a presente iniciativa visam assim o estabelecimento no terreno de conceitos teórico-práticos já existentes sobre a agroecologia e a permacultura aplicada ao montado, com vista ao restauro de áreas degradadas, integrando não apenas técnicas de gestão do solo mas também compreendendo critérios biológicos e racionais da paisagem, pelo estudo e desenho das Keyines específicas de cada território, assegurando que toda a água das chuvas que cai penetra no solo, retardando a sua evaporação, e fomentando a produção de terra fértil.

Os objetivos específicos a atingir são assim os seguintes:

  • 1) experimentação no terreno de novas técnicas e de abordagens inovadoras de restauro do solo e de aproveitamento da água com base no desenho em Keyline;
  • 2) instalação de espécies arbustivas e arbóreas com vista à constituição de um novo montado;
  • 3) aferição do impacto social, económico e ambiental das soluções implementadas;
  • 4) replicação dos resultados adquiridos, da experimentação realizada, para outros casos onde se identifique o mesmo problema;
  • 5) divulgação dos resultados e sua integração no modelo conceptual do ECOMONTADO XXI;
  • 6) divulgação da metodologia e bases conceptuais associadas às técnicas aplicadas no projeto.

Divulgação | http://www.ecomontadoxxi.uevora.pt/